Alimentação saudável para crianças

Em época de volta as aulas a alimentação dos filhos é uma preocupação normal entre os pais, especialmente porque não poderão estar perto da criança durante o dia para saber o que e como estão comendo. Muitas vezes a questão é se a criança come pouco, ou se come demais e principalmente o que comem, considerando o que é vendido em cantinas de escola.

O primeiro passo para conduzir uma alimentação saudável para as crianças é ensinar bons hábitos alimentares em casa e depois, mante-los mesmo diante das tentações do dia a dia.

Deixe-o participar

Não que seu filho precise ler o cardápio em um restaurante ou fazer a lista de comprar claro, mas é importante que a criança participe. Leve-a ao mercado, explique o porque está escolhendo os alimentos, ou deixe-o escolher dentro de opções, por exemplo faça-o escolher entre alface ou rúcula.

Transforme em brincadeira

Alimentação é coisa séria, mas seu filho não precisa ver dessa forma. Proponha brincadeiras que o estimule a descobrir e distinguir os alimentos que lhe fazem bem, por exemplo, no mercado ou em casa ao guardar as comprar, faça o caça-alimentos, peça-o para achar o brócolis, as frutas, as bolachas.

Alimentação vem de casa

Não force a criança a comer alimentos saudáveis enchendo seu prato com eles, estimule-o a pedir por esses alimentos dando o exemplo. Ao ver sua família está consumindo a salada, a criança também ficara curiosa e provará. É importante também ter sempre a família reunida a mesa, para mostrar a criança o quão importante são os momentos de refeição.

Fale a língua deles 

Use a criatividade para contar histórias e fazer formas com as verduras e frutas servidas, deixe a criança participar criando nomes e histórias. Ela vai ficar cada vez mais interessada na refeição seguinte.

Seja criterioso

Na hora de escolher a escola do seu filho a inspeção na cantina é fundamental. Verifique se é servido frituras gordurosas e doces, além de prejudicial se consumidos diariamente, podem torna-se um gasto a mais no seu bolso. São coisas que podem ser evitadas, prepare sempre um bom lanche, para seu filho levar para escola, tendo seguido as recomendações anteriores, ele não vai fazer questão da coxinha da escola e vai adorar o sanduíche na lancheira.

A alimentação durante a gravidez

O tão conhecido mito de que quanto mais a mulher grávida engordar, melhor para sua gestação é um grande exagero. Claro, que ganhar peso não só é inevitável, como também necessário para a futura mamãe e para o bebê, mas a gestante não deve comer por dois, e sim consumir nutrientes e vitaminas para os dois para ter 9 meses saudáveis.

O consumo de vitaminas, minerais e calorias deve aumentar, mas não ultrapassar a meta que normalmente é recomendável (300 kcal por dia). A gestante deve fazer de seis a oito refeições diárias, dando preferência a frutas, legumes e verduras, é importante também, para ajudar no equilíbrio de todas essas refeições, que haja um horário estabelecido para todas elas. Mesmo que a fome e os desejos aumentem neste período, não é desculpa para descuidar da alimentação, então é bom moderar no consumo de fast foods e preferir carnes magras.

Evite: 

Peixes e frutos do mar crus, carne bonina e de porco malpassada e alimentos que levem ovos crus (massa de bolo, gemada e algumas sobremesas). Desta forma você previne que algumas bactérias contidas nestes alimentos afetem o bebê.

Alimentos que normalmente causam alergia como, nozes, castanhas, amendoim. Principalmente se houver alguém da família com alergia a algum alimento.

– Bebidas alcoólicas. O consumo de álcool pode causar sérios problemas ao feto.

– Bebidas e alimentos com cafeína. Prefira bebidas descafeinadas, se não puder evitar, não abuse.

Abuse: 

Consuma vegetais coloridos todos os dias. Cada cor de vegetal representa um nutriente específico e todos são essenciais na gestação.

Aposte nas frutas como sobremesa, uma após cada refeição.

Consuma grãos todos os dias. Esse grupo é composto por lentilha, feijão, grão de bico, soja, ervilha. Use a criatividade e crie vários pratos com grãos.

Prefira os carboidratos integrais como arroz integral.

Escolha carnes magras como o peito de frango, carne bovina de segunda classe, e tente fritar ovo sem utilizar óleo.

Beba muita água! Hidrate seu corpo sempre que puder, sucos e vitaminas são boas variações.

Não esqueça que o pré-natal e o acompanhamento de um pediatra e ginecologista é fundamental para o período de gestação, acrescente também na lista de cuidados médicos um nutricionista para acompanhar este período.

Alimentação saudável pode cuidar da pele

Para ter uma pele saudável e bonita, muitas pessoas recorrem a aplicações de botox, ou o uso de produtos caros que prometem a sua pele um aspecto fresco, vigoroso ou jovem. Mas não é preciso gastar dinheiro com estes tipos de tratamento, basta nutrir seu corpo. Estudos comprovaram que certos tipos de alimentos podem ajudar a prevenir rugas, manchas de exposição ao sol e manter a pele hidratada.

Citrinos: Consumir alimentos cítricos garante uma pele hidratada, logo, sem rugas. Mas é preciso incluir na os citrinos na dieta diária para garantir este efeito, a vitamina C presente nos citrinos é um antioxidante poderoso que mantém o colágeno na face, o que impede a flacidez, mas é solúvel na água, portanto seu efeito pode ir embora rápido, por isso devem ser consumidos todos os dias com laranjas, limões e limas.

Peixe: Para quem se expõe diariamente ao sol, o mais recomendável são peixes como salmão, atum, sardinhas e mariscos, graças a grande concentração de ômega 3 encontrados nestes frutos do mar. Estes possuem propriedades anti-inflamatórias. Adicionar o peixe as refeições duas ou três vezes por semana é suficiente para manter uma pele saudável.

Chás: Um antioxidante conhecido como EGCG é o mais forte presente em ervas e plantas, por isso os chás são tão fortes na prevenção de acnes e inflamações na pele. Chá verde, chá preto ou chá branco são as melhores opções para ingerir o EGCG. Para que o resultado seja satisfatório, é preciso consumir bastante desses chás durante o dia, então uma boa dica é substituir o café diário pelos chás.

Folhas Verdes: Ricas em vitamina A, é um componente muito importante para a saúde da pele. Combate o envelhecimento precoce, a formação de escamas e a desidratação. O espinafre, por exemplo são uma excelente fonte de vitamina A, e há muitas opções de pratos, já que consumindo frescos, crus, cozidos ou cozinhados a vapor os legumes e folhas verdes terão o mesmo efeito para a pele.

Conheça mitos e verdades sobre as dietas

Em busca de resultados rápidos na redução de peso, muitas pessoas recorrem a dietas, e acabam seguindo dicas supostamente milagrosas e nada saudáveis. Conheça os mitos e verdades sobre essas recomendações antes de cometer loucuras, e emagreça com saúde.

Cortar grupos de alimentos na dieta: 

Mito: Não confie em dietas que sugerem cortar algum grupo de alimento a longo prazo. Comendo carboidratos, proteínas e gorduras com equilíbrio é possível perder peso sem prejudicar o organismo com a falta da nutrição que vem de um dos grupos.

Comer a noite engorda:

Mito: Não é a hora que você come, mas o quê você come que importa. A noite o metabolismo já está cansado e mais lento, por isso não aguenta comida pesada. É recomendável para este horário sopas, frutas e verduras, mas nunca cortar permanentemente o jantar. As três refeições do dia são importantes.

Consumir menos sal ajudar a emagrecer:

Verdade: O sal não contém calorias, por isso se consumido com moderação não prejudicará sua dieta. Mas quem gosta de exagerar no sal deve tomar cuidado, pois ele retém muita água no corpo podendo inchar e aumentar o peso.

Alguns alimentos queimam gordura:

Mito: Nenhum alimento queima gordura. Mas podem acelerar o metabolismo, como o abacaxi.

Cortar os doces ajuda a perder peso:

Verdade: Muitas vezes um único chocolate tem a quantidade de um refeição inteira. Se consumido todos os dias, os doces seriam uma refeição a mais na rotina.

Alimentos diet ajudam na dieta:

Mito: Por serem destinados a diabéticos eles não contém açúcar em sua composição, mas tem a mesma quantidade de gordura que alimentos normais.

Comer somente frutas: 

Mito: Apesar de saudáveis contém muito açúcar e não devem ser substituir uma refeição.

Azeite não engorda:

Mito: O azeite faz bem para a saúde, especialmente para o coração, mas não quer dizer que não acrescente nenhum gordura a alimentação. Prefira usa-lo depois das refeições prontas, pois o aquecimento por eliminar seus benefícios.

Tomar água morna em jejum emagrece: 

Mito: Não é comprovação científica de que isso funcione, portanto para emagrecer mantenha uma alimentação saudável e faça exercícios.

Outros mitos, verdades ou dúvidas sobre uma dieta saudável devem ser tirados com um nutricionista, que avaliará e recomendará a dieta correta.