A alimentação correta para musculação

Quem procura um corpo definido e musculoso acaba indo muito além da musculação para conseguir alcançar seu objetivo mais rapidamente. Muitos optam por suplementos sem ter conhecimento de como ingeri-los ou ao menos se precisam disso.
Se um complemento na musculação é tão necessário, porque não apostar numa boa alimentação? É importante equilibrar treino e alimentação, pois uma alimentação desregrada pode afetar diretamente seu rendimento, e logo, o resultado do seu treino.
É importante saber primeiro que, assim como há alimentos que são abolíveis da dieta pois atrapalham o desempenho, também há alimentos que são necessários para o treino e indispensáveis.
Prefira alimentos ajudam na formação dos músculos, na manutenção da saúde do tecido muscular e aumentam a energia durante o exercício.
De preferência a proteína: 
É o nutriente mais importante para quem está em busca de músculos volumosos e definidos, pois a proteína tem a função de reparar a microlesões que ocorrem de forma natural, estimulando o processo fisiológico para isso. Elas também têm o papel fundamental no transporte de outros nutrientes pelo corpo.
Dica de proteína: Os aminoácidos nos ovos são essenciais para formar o tecido muscular e mantê-lo funcionando bem. A gema do ovo é formada por proteína de alto valor biológico, por isso ajuda a combater microlesões e a formar novas células. O ovo também ajuda a formar novos músculos, graças a vitamina D, que aumenta a síntese de proteínas.
Vitamina B12:
Esta vitamina é indispensável para o bom funcionamento das células nervosas e musculares do corpo.
Dica de vitamina b12: A carne vermelha é a principal fonte da vitamina B12, e você pode ter diariamente nas sua refeições se escolhida corretamente, por isso prefira as opções com cortes magros, como maminha, lagarto e filé mignon. Além de estimular o funcionamento da células nervosas e musculares do corpo, a carne vermelha é fonte de todos os aminoácidos essenciais para o organismo, ferro, zinco e proteínas.
Pós-treino: 
A dor é comum depois dos treinos, na maioria das vezes significa que você fez o exercícios corretamente, e tem que passar por elas até se acostumar e poder elevar seu nível de musculação.
Mas é claro que é possível amenizar as dores após o treino para estar disposto para o próximo.
Dica para pós-treino: Se consumida duas vezes por dia após o treino, a cereja pode reduzir dores musculares. Este efeito é graças a grande quantidade de potássio, fibras e vitamina C, nutrientes necessário para o corpo em repouso, pois aceleram o processo de recuperação muscular.

Tags:

Deixe uma resposta