Especial Copa: A bola da Costa do Marfim

Nesta Copa do Mundo da FIFA 2014, os jogadores da Costa do Marfim chegam ao Brasil com a bola toda, ou, como eles chamam sua bola favorita, a “attiéké” (também grafado como “acheke”.
Bom, os assuntos acabaram de se misturar um pouco, então vamos lá. Esta tão tradicional bola no país africano não é uma bola de futebol (ufa!) mas sim, um alimento. Trata-se de bolas de mandioca, muito tradicional no país e servida com quase todos os pratos em qualquer horário do dia.
O Attiéké é um produto artesanal, especialidade de determinados grupos étnicos que vivem no entorno das lagoas no sul do país. Nesta receita, a mandioca é ralada, fermentada, seca, e depois se coze no vapor ou em caldo, como um cuz cuz. Até que por fim, possa ser servida no formato de bolas.
Se você está curioso para provar esta delícia africana, típica da Costa do Marfim, conheça os benefícios proporcionados pelo principal ingrediente, a mandioca:

Dieta: 
O que poucos sabem, é que a mandioca, mesmo com seus carboidratos e alta taxa calórica, pode ser uma grande aliada no emagrecimento. O que ajuda neste processo é a alta quantidade de fibra presente no alimento, que transforma os carboidratos em energia e além disso, sacia a fome ajudando a regular o intestino, o que diminui de maneira drástica o inchaço abdominal.
O cálcio é também outro aliado que vem com a mandioca. Ele cuida da saúde dos ossos e evita acúmulo de gordura dentro das células.
Uma boa dica para quem quer aproveitar os benefícios da mandioca no emagrecimento, é utiliza-la como substituta de outros alimentos do mesmo grupo que estariam em seu prato. Por exemplo, nunca misture mandioca e arroz, pois ambos são fortes fontes de carboidrato e você só precisa disso vindo de um.
Beleza e Bem estar: 
A mandioca também pode te deixar de bom humor, graças a substâncias existentes no alimento que proporcionam a sensação de bem estar. Além disso, combate o envelhecimento da pele graças ao licopeno e betacaroteno, antioxidantes presentes na raiz do alimento.

Tags:

Deixe uma resposta