Arquivo da tag: soja

10 alimentos que cuidam da pele

Imagina poder cuidar da sua pele, hidratando e fortalecendo, sem gastar horrores com produtos, tudo de forma natural? Pois é, os cuidados que nós temos com a alimentação para emagrecer e manter o corpo funcionando é útil também para cuidar da pele.

Confira dez alimentos que são fundamentais para uma alimentação que fortalece, e revigora a pele, mantendo-a mais jovem e protegida.

1 – Cenoura:

O ácido lipóico que está presente na cenoura revitaliza o rosto e ainda ajuda a turbinar o bronzeado. Uma cenoura pequena (72 g) por dia é a medida perfeita para um bom tratamento da sua pele.

2 – Frutas vermelhas:

Os morangos, as amoras, as framboesas e outras frutas vermelhas são ricas em cianidina e vitamina C, que formam um exército imbatível contra o envelhecimento precoce da pele, o excesso de oleosidade e a formação de acnes. Elas atuam ainda na produção de colágeno, o tecido de sustentação da pele. O consumo de frutas vermelhas diariamente é o recomendável para um tratamento perfeito.

3 – Iogurte:

Os probióticos na composição do iogurte equilíbriam o organismo e regulam o intestino, o que é fundamental para uma pele hidratada, sem olheiras e desgastes refletidos do cansaço e desequilíbrio do corpo.

4 – Abacaxi:

A fruta possui a substância antiinflamatória que atua diretamente na pele e combate acnes e alergias. O abacaxi também da firmeza aos tecidos da pele. O  mesmo efeito é obtido em variações da fruta como sucos, gelatinas, bolos, compotas e iogurtes.

5 – Uva:

As uvas evitam o envelhecimento precoce da pele. Além de deixar seu corpo mais disposto graças as propriedades diuréticas que estimulam as funções do fígado, a disposição do corpo se exibe na pele.

6 – Castanha do pará:

Previne o envelhecimento ou o enrijecimento dos tecidos da pele, além de contribuir para manter a elasticidade natural do rosto.

7 – Germe de trigo:

O germe de trigo é responsável pela maciez da pele, graças ao zinco e vitamina E em abundância. Mas é preciso manter disciplina, uma colher de sopa de gemer por dia é o suficiente para conseguir os resultados desejados.

8 – Pepino:

O vegetal funciona como regenerador celular, graças a vitamina C e ácido fólico. É eficaz também para quem quer acelerar o processo de cicatrização na pele. Que tal um pepino médio na salada quatro vezes por semana?

9 – Salmão:

Além de todos os benefícios encontrados no peixe, o salmão pode ser ainda um forte aliado na prevenção do câncer de pele, agindo como um filtro solar natural. Tente adicionar ao seu prato ao menos duas ou três vezes por semana.

10 – Soja:

As poderosas propriedades presentes na soja são poderosas para evitar o ressacamento da pele e melhorar a elasticidade no tecido. A versatilidade da soja é importante pois as opções vão muito além dos grãos na salada. Prefira sempre alimentos com base de soja.

7 benefícios da soja preta

Se você acompanha os posts do Direto do Forno já sabe de tudo sobre a soja, famosa perder as calorias de alimentos deliciosos. Mas você já ouviu falar na soja preta?

É um alimento mais comum na Ásia e é bem parecida com a soja amarela, que conhecemos. O que diferencia os dois tipos, não é só a cor da casca, mas sim os elementos contidos nela, como isoflavonas, fibras, proteínas, vitaminas, minerais, além de ter antocianina, substância que reduz o colesterol e ainda ajuda a emagrecer, a soja preta é uma grande aliada de quem sofre problemas renais, pois ela é também rica potássio.

É a famosa casca da soja preta que os sete benefícios aqui listados. Confira:

1 – Anti doenças do coração: São as antocianinas presentes na soja preta que previnem o isco de doenças cardiovasculares como hipertensão e derrames.

2 – Fortalece o tratamento da diabetes: Graças ao alto teor de fibras, a soja preta ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue, bom para quem está se tratando contra a diabetes.

3 – Ativa o intestino: A soja preta é também uma aliada para quem sofre de prisão de ventre, pois há fibras existentes na soja preta que estimulam a flora intestinal.

4 – Combate o câncer: Segundo realizado pela Universidade Católica da Coreia do Sul, as antocianinas presentes na casca da soja preta podem ajudar as células cancerosas a se autodestruírem.

5 – Aliada no emagrecimento: Outro estudo da mesma universidade comprovou que as antocianinas também atuam nas células de gordura, consequentemente ajudando a emagrecer.

6 – Combate o envelhecimento: Na soja preta é possível encontrar quase sete vezes mais antioxidantes, conhecidos como fitoesteróis, do que a soja amarela tradicional. Eles ajudam a retardar o envelhecimento da pele.

7 – Conserva nutrientes: Ao cozinhar algum alimento, é comum se perder alguns nutrientes durante o processo de aquecimento, mas a casca escura da soja preta atua como uma protetora e ajuda a conversar todos os nutrientes já citados acima, ou seja, pode consumir sem medo de ter perdido todos estes benefícios.

Mitos e verdades sobre a soja

A soja tem se destacado entre as leguminosas pois, além do seu alto valor nutricional – contendo proteínas, algumas vitaminas e minerais em quantidade superiores que os outros grãos – há a facilidade de variar com o alimento.

Presente em líquidos, como suco e leite, e sólidos como pão e bolachas, a soja torna-se uma excelente opção quando se quer aumentar a quantidade de proteínas da alimentação sem aumentar o consumo de alimentos de origem animal.

Porém, a quantidade de gordura presente na soja também é superior a de outros grãos, e mesmo que seja uma gordura vegetal (insenta de colesterol) acaba despertando dúvidas e até boatos sobre os benefícios e malefícios da soja para a saúde.

Listamos algumas perguntas típicas feitas a respeito da soja e vamos tirar de uma vez por todas, as dúvidas sobre o grão, para que você possa aproveitá-la da forma correta.

A soja é nutritiva e trás benefícios a saúde:

Verdade. A soja é rica em proteínas de alta qualidade, fibras, vitaminas e minerais, além de ser rica em gorduras boas (ômegas 3 e 6) e pobre nas gorduras ruins (saturadas). A soja pode ainda contribuir para o melhoramento dos níveis de colesterol no sangue, proporcionando benefícios a saúde do coração. Outros elementos existentes na soja podem fazer bem a saúde, como as isoflavonas.

A soja é uma opção para quem tem intolerância à lactose: 

Verdade. A bebida de soja pode sim ser uma alternativa para pessoas com alergia à proteína do leite ou com intolerância à lactose, mas, para isso, é preciso que haja orientação clínica e nutricional, garantindo a adequação calórica e a ingestão de todos os nutrientes para o desenvolvimento e a manutenção da saúde.

A soja tem um gosto ruim: 

Mito. Considerando que a soja é sempre consumida com preparações a partir do seu grão e da proteína presente, é difícil estabelecer essa máxima. Sempre consumimos soja mesclada com algum alimento, o maior exemplo disso são os sucos, que ganham um sabor diferente, mas continuam doces e saborosos.

O consumo de soja pode levar ao câncer de mama:

Mito. A frase não só é um mito, como na verdade é o contrário. Estimativas provam que o baixo índice de câncer de mama em alguns países tem a ver com o alto consumo de alimentos de soja nos mesmos. O Japão é um bom exemplo. Muitas evidências indicam, ainda, que consumir soja desde a infância ajuda a obter proteção contra esse tipo de câncer.

Alimentos feitos com soja devem ser evitado por causar alergias:

Verdade. Assim como a maioria das proteínas alimentares, a soja pode causar alergia em algumas pessoas, por isso quem tem alergia a proteína de soja, deve evitar os alimentos a base do grão.

Apenas 1 em cada 2.500 adultos apresenta alergia à proteína de soja (diagnosticada por um médico), enquanto o número de pessoas alérgicas à proteína do leite de vaca é 40 vezes maior. A prevalência de todas as alergias alimentares é maior em crianças do que em adultos. Entretanto, 70% superam suas alergias quando chegam aos 10 anos de idade.

Fast Food do bem: Hambúrguer de soja

Se o ano só começa depois do Carnaval, está na hora de largar a moleza e voltar a trabalhar. Com a correria e a rotina, é normal as vezes apelar para o fast food, aquele sanduíche que sai em dois minutos, já que você tem que usar a hora do almoço para resolver algum problema.

O problema é consumir fast food diariamente, e tornar-se um hábito, que tal então montar o seu próprio sanduíche, evitar filas nos restaurantes e ainda, de forma saudável? Aprenda como fazer hambúrguer de soja para o seu fast food do bem.

Você vai precisar de: 

1 xícara de proteína de soja granulada fina
1 xícara de aveia
1/3 xícara de trigo para kibe
1/2 xícara de farinha trigo integral
1 ovo
1/2 xícara de cheiro verde bem picadinho
1/4 xícara de shoyo
Sal a gosto

Como fazer:

Deixe a proteína de soja em água fervente, e o trigo para quibe em água fria, ambos por 15 minutos, depois, escorra e aperte com com as mãos, tirando o excesso de água.

Coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture bem com as mãos, se quiser deixar um gosto ou aroma de carne, adicione adicione caldo de picanha em pó. Deixe descansar por 15 minutos.

Modele os hambúrgueres e doure-os no grill mais ou menos 5 minutos.

E pronto, é só montar seu fast food saudável, não exagerando, é claro, na maionese. Você ainda pode provar os hambúrgueres de soja com uma fatia de queijo e tomate em cima.