Direto do Forno - Blog

Os benefícios das algas

Se você é um amante da culinária japonesa com certeza já experimentou a Nori, uma das 7 tipos de algas comestíveis.

 

 

Apesar destas PANC’s (plantas alimentícias não convencionais) não estarem presentes na maioria do cardápio dos brasileiros, elas já figuram no cardápio dos asiáticos há séculos e são consideradas superalimentos. Ou seja, possuem grande quantidade de nutrientes.

 

Cada alga possui benefícios específicos, mas em geral elas possuem baixo índice de gordura, pouco sal, são ricas em iodo e Ômega-3 e 6.

 

Confira o que cada alga pode te oferecer:

Continue lendo

Aumente a saciedade de forma saudável

Você fez um prato enorme. Comeu, comeu e comeu mas pouco tempo depois já estava morrendo de fome. Você já passou ou passa por esta situação regularmente?

Se sim, você sabia que a quantidade de alimentos não está diretamente ligada à saciedade? Neste processo, escolher os alimentos certos têm papel fundamental para que você se sinta saciado por mais tempo. Aumentando a saciedade você evita comer pequenas besteirinhas, melhora sua saúde e ainda consegue aumentar a perda de peso.

alimentos-fibras

Então, para aumentar a saciedade você deve:

 

1- Consumir mais fibras

Comer alimentos ricos em fibras vai te ajudar a reduzir a fome. Elas levam mais tempos para serem digeridas o que te dá uma sensação prolongada de saciedade. Por isso opte por alimentos como: mamão,maçã, quinoa, batata doce, abacate, brócolis, nozes, entre outros!

Continue lendo

A dieta Mind contra o Mal de Alzheimer

Duas dietas foram unidas para juntas, combaterem doenças cerebrais como o mal de Alzheimer.

A dieta mediterrânea e a Dash foram combinadas pela pesquisadora americana Martha Morris. As duas são reconhecidas por combaterem doenças cardiovasculares, mas o que se descobriu é que grande parte dos fatores de risco cardíaco também estão por trás dos danos cerebrais.

dieta mind

A nova dieta criada recebeu o nome de Mind sigla em inglês para Intervenção Mediterrânea-Dash para atraso Neurodegenerativo”, além de significar também “mente”. Em pesquisa realizada por 11 anos, conclui-se que quem seguiu esta nova dieta teve 35% menos de chance de ter o mal de Alzheimer. Continue lendo