Alimentação para combater a anemia

Excesso de sono, tontura, palpitações, falta de ar, perda de apetite… Se você tem se sentindo assim, cuidado: Estes podem ser sintomas de anemia.
Segundo a Organização Mundial de Saúde, a anemia ocorre quando os índices de hemoglobina no sangue estão abaixo do normal. Isto acontece graças a falta de nutrientes importantes, como ferro, zinco, vitamina b12 e proteínas, que são essenciais para o corpo.
Como a anemia mais comum é causada pela falta de ferro (a Anemia Ferropriva), é recomendável principalmente, muito ferro no prato de quem tem ou quer evitar a anemia.
Para isso, é bom investir em feijão, beterraba  e vegetais de folhas escuras, como brócolis, espinafre e agrião, sem esquecer da maior fonte de ferro entre os alimentos, a carne vermelha.
Potencializando os nutrientes:
O ferro é importante, mas fica melhor se não agir sozinho no seu corpo. A absorção do ferro pelo organismo pode ser potencializada pela ingestão de outros alimentos, como a vitamina C, que transforma o ferro descartável pelo corpo. Tomar um copo de suco de laranja durante uma refeição cheia de ferro por exemplo, é uma boa opção.
Os alimentos amargos (jiló, agrião, chicória) também auxiliam o organismo e ajudam a aproveitar melhor o nutriente, pois estimulam a secreção de enzimas digestivas, o que facilita a absorção do ferro.
Por outro lado, há o cálcio. Alimentos com muito cálcio prejudicam em até 60% essa absorção de ferro.  Por isso é preciso evitar consumir leite e seus derivados em uma refeição rica em ferro.
Evite também as fibras, como taninos e fitatos (encontrados no café, chá preto e chá mate), elas também diminuem o aproveitamento do nutriente.
O mais perigoso para a anemia no entanto, é ter uma alimentação pouco saudável, pobre de nutrientes e muito gordurosa. Se alimentar de apenas um nutriente e cortar elementos importantes sem qualquer orientação médica não é nada recomendável.

Tags:

Deixe uma resposta