Ebola: tudo o que você precisa saber

Um vírus que ameaça a saúde no mundo tem assustado a população. Aqui no Brasil, nenhum caso confirmado até agora, mas as suspeitas acontecem, e todos estão atentos as notícias. Especialistas garantem que a probabilidade de o vírus atingir o Brasil é baixa, mas não destacaram a possibilidade.

A Massima preparou então um guia que tira todas as suas dúvidas sobre a Ebola, e te ajuda a se prevenir.

1 – O que é?

Imagem do vírus segundo especialistasO Ebolavirus, como nome científico já deixa claro, é um cirus infeccioso descoberto em 1976 na República Democrático do Congo, próximo ao rio Ebola (da onde veio o nome). Segundo o Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), nos Estados Unidos, hoje em dia, com a epidemia que tomou conta dos países na África, foi possível identificar cinco variações, ou subespécies, como os cientístas chamam, dentre elas, somente uma não afeta os seres humanos.

Ao contrário do que muitos acreditam, a epidemedia não começou recentemente. Desde a descoberta do vírus, houveram diversos surtos de Ebola na África. Os principais aconteceram em 1995, 2000 e depois em 2007. A diferença é que dessa vez o vírus foi propagado para outros países.

Só em 2014, mais de 1800 casos da doença foram comprovados no Guiné, Libéria, Serra Leoa e na Nigéria. Isso aconteceu por causa das áreas de tratamento desses pacientes, onde havia muito risco de contaminação. Há casos confirmados  também nos Estados Unidos.

2 – Porque é tão perigoso?

O índice de letalidade do Ebola no corpo do ser humano é de 90%, o que significa que a pessoa que contrair pode morrer somente dos efeitos do vírus e não de complicações a partir dele. Isso ocorre pois, uma vez alojado no corpo do indivíduo, o Ebolavírus atinge as células que revestem a parede interna dos vasos, interferindo na coagulação sanguínea e causando hemorragia interna.

3 – Como ocorre a transmissão?

O Ebola é transmitido por meio do contato direto com sangue, secreções ou outros fluidos corporais de pessoas ou animais infectados. O contágio pode acontecer também se o indivíduo for exposto a objetos contaminados, como agulhas, máscaras, luvas, e mesmo roupas. Na África, os pacientes que são tratados e conseguem escapar da doença, costumam queimar suas roupas antigas em comemoração e também para evitar mais contágio.

4 – Quais os principais sintomas?

Uma pessoa infectada pelo Ebolavírus deve apresentar febre, dores musculares e na cabeça, diarréia, fraqueza e falta de apetite. Com o agravamento da doença, também tosse e dores no peito, além de dificuldade para respirar. Sinais de sangramento pela tosse também devem ter atenção.

5 – Tratamento:

Por enquanto os médicos mantém o paciente bem hidratado e respirando bem, além de regular sua pressão arterial. Este ainda não é um tratamento oficial para a doença, é o que tem sido feito para conter a epidemia em outros países. Este processo costuma ser feito por isolamento do indivíduo, em uma unidade de terapia intensiva.

Há ainda um soro experimental que tem trazido esperança aos pesquisadores que buscam combater a doença. O composto é desenvolvido pela empresa de biotecnologia americana Maap BIopharmaceutical, e testado em dois americanos que contraíram a doença, a recuperação deles foi positiva. Contudo, o produto ainda está em testes, assim como a vacina de prevenção.

Receita: Omelete de espinafre

Aqui na Massima nós já desvendamos os mitos e mostramos as verdades sobre o espinafre. E agora que você já sabe como aproveitar os benefícios da verdura, que tal adiciona-la receitas para variar no cardápio?

Uma opção é o omelete, que já nos permite ser criativos na hora de criar, e contém os benefícios do ovo.

Saiba como unir dois poderosos aliados da alimentação saudável em uma só receita:

Você vai precisar de:

2 ovos
30 g de folhas de espinafre
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1/4 colher (chá) de cebola em pó
1/8 colher (chá) de noz-moscada moída
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Em uma tigela, bata os ovos e junte o espinafre e queijo parmesão. Depois faça o tempero com cebola em pó, noz-moscada, sal e pimenta. Coloque a mistura em uma frigideira pequena revestida com pouco óleo de cozinha em fogo médio por no máximo 3 minutos, e depois vire e deixe fritar por mais 3 minutos. Por fim, reduza o fogo e deixe mais um pouco na frigideira, virando dos dois lados por mais dois minutos.

E pronto! Seu omelete saudável está pronto e serve uma pessoa. Você verá como o gosto do espinafre faz toda a diferença.

16 de outubro: Dia Mundial da Alimentação

Neste dia 16 de outubro se comemora o Dia Mundial da Alimentação, graças a a fundação da organização das Nações Unidas para a alimentação e a agricultura, em 1945, na mesma data. A celebração foi estabelecida em novembro de 1979 com os objetivos de:

  • Alertar para a necessidade da produção alimentar

  • Combater a problemática da fome, pobreza, e desnutrição no mundo

  • Reforçar a cooperação econômica entre países em desenvolvimento

  • Empoderar a população rural e melhorar suas condições de vida

Você que é leitor do blog da Massima já começa fazendo sua parte por buscar e seguir dicas para uma vida mais saudável para você e sua família, mas é sempre possível fazer mais. Que tal ler mais sobre a produção rural e orgânica de alimentos? Como levá-los a sua casa e incentivar tal produção, ou ainda, juntar-se a ONGs e programas sociais que pretendem acabar com a porcentagem de pessoas passando fome no Brasil ou no mundo?

A Massima aproveita esta ideia e deseja um feliz Dia da Alimentação a todos os envolvidos nisso diariamente.

Saiba tudo sobre o Shake

Não basta ser eficiente, hoje em dia os métodos de emagrecimento têm que proporcionar também resultados rápidos, quase que imediatos, principalmente para quem precisa conquistar o tal corpo de verão as vésperas do início da estação. Para os apressados, uma solução tem sido os Shakes de emagrecimento, aqueles que servem como suplementos alimentares e substituem até duas refeições por dia.

Para muitos ainda resta a dúvida se o método é eficiente ou não. E antes de começar a dieta que normalmente dura 30 dias, é bom mesmo se informar. Por isso, conheça os prós e contras do Shake.

O que é:

O Shake é um complemento que promete o emagrecimento ao substituir até duas refeições por dias, como um lanche muito bem preparado que mata sua fome com os nutrientes necessários, e proporcionando a ingestão de menos calorias.

Mas o Shake só funciona se bem utilizado. É preciso equilibrar o consumo correto dele com uma refeição saudável e rotina de exercícios proporcional. Não adianta consumir o Shake nos horários ideais e depois comer o dobro na refeição seguinte, certo?

Como qualquer outro complemento alimentar, o Shake deve ser usado com moderação, nunca substitua mais de duas refeições diárias e procure trocar sempre as mesmas refeições pela mistura e não ficar alternando. É preciso dar ao seu corpo os nutrientes necessários que só a comida vai proporcionar.

Prós e contras do Shake: 

Se utilizado corretamente, o Shake cumpre o que promete. Mas saiba que o seu poder de saciedade é baixo, e você deve ter força de vontade para não complementar a refeição do Shake com algumas mordidas, caso isso ocorra, tenha sempre uma fruta por perto, nada de colocar colorias onde não deveria haver, isso pode desandar sua dieta.

Não só no caso do Shake, como também em outros produtos de função emagrecedora, os excessos ou mau uso dos mesmos podem trazer problemas e se as indicações para o uso e composição do seu Shake não forem seguidas, isso pode comprometer sua saúde. Até mesmo o tipo de leite na mistura deve ser conforme as instruções, não se esqueça!

Como incorporar o Shake a sua dieta:

Procure substituir toda a gordura das suas refeições diárias por opções mais saudáveis, trocando frituras por grelhados e carne vermelha por branca, por exemplo.

Escolha a refeição que normalmente é a mais leve do dia inicialmente, como o jantar, depois de sentir os resultados, comece a substituir outra refeição, mas deixe o almoço preferencialmente, pois é o melhor momento para a ingestão de carboidratos e calorias necessárias para seu corpo no dia a dia.

Para variar no sabor do seu Shake e até encorpar a composição para você não sentir mais fome, que tal adicionar frutas?

Drible a ansiedade para comer bem

Cada pessoa pode apresentar uma das duas respostas diferentes a ansiedade quando o assunto é comida, um apoio nesses momentos. Ou você começa a perder o apetite e não come nada, ou você passa a comer muito mais do que costuma.

A ansiedade e consequentemente o estresse e a depressão são inimigos de quem busca por uma rotina de alimentação saudável, e para quem acaba comendo muito, para quem quer emagrecer também.

Consumir qualquer tipo de alimento sem nenhum critério, seja quantidade de calorias, gorduras e horários para consumo, pode elevar o seu peso, retenção de líquido e acúmulo de gordura, principalmente no abdômen.

Mas é claro que a alimentação é também a solução para o consumo desenfreado causado pela ansiedade, principalmente se a rotina saudável for combinada com atitudes positivas. Que tal imprimir as dicas abaixo, de como driblar a ansiedade e comer bem e de forma saudável, e colocar na sua geladeira como um incentivo para seu dia a dia?

Alimentação anti ansiedade:

– Se você tem fome toda hora ou perdeu o apetite em função da ansiedade, pequenas porções de castanha-do-pará, nozes, amêndoas ou sementes de girassol podem ser uma solução em ambos os casos. Elas são ricas em silênio, um mineral importante para o organismo, pois combate a ansiedade. Elas podem também proporcionar a sensação de saciedade, ajudando quem come muito a parar e nutrindo quem come de menos.

– Deixe frutas e legumes picados, prontos para mastigar, bem a vista na sua geladeira, de modo que quando você abra a porta já os veja e não busque por opções mais gorduras, como o chocolate por exemplo.

– Prefira sempre alimentos ricos em fibras e vitaminas do complexo B e E, encontradas principalmente na aveia e nos cereais integrais, essas substâncias também ajudam a combater a ansiedade e a depressão.

– Para passar o dia de bom humor, invista em alimentos com tiamina e niacina, vitaminas do complexo B. Além de ácido fólico e acetilcolina. Um exemplo de alimento rico de todos esses nutrientes é o ovo.

– Água é fundamental para a saúde em qualquer quesito, no caso da ansiedade, tente transforma-la em chás de camomila e erva cidreira, calmantes naturais. Beba de preferência a noite se estiver com dificuldades para dormir em função da ansiedade.

Dicas de atitudes para driblar a ansiedade:

– Não tente seguir padrões de dieta, não precisa começar uma dieta toda regrada na segunda-feira, aquele dia que vem cheio de anseios e cansaço, corte aos pouco as calorias que você tem adquirido em excesso por causa da ansiedade. Se você está comendo pouco, não precisa voltar a comer a quantidade de sempre da noite pro dia, vá adicionando nutrientes devagar, respeite seu tempo.

– Já não basta todos os sentimentos negativos que a ansiedade traz sozinha, não se deixe levar também por outra consequência dela: o estresse.  Procure métodos de relaxamento, reserve tempo para que você possa fazer o que você mais gosta.

– Fome ou vontade de comer? São duas coisas diferentes, e a segunda é uma consequência da ansiedade. Saiba distinguir quando você realmente está com fome  e precisa comer, de quando você quer descontar os sentimentos negativos na comida.

– A ansiedade pode vir de uma rotina corrida e estressante, e comer muito rápido pode ser um caminho para simplesmente deixar de comer. Procure estender os seus horários para almoço ou lanche do dia, para comer com paciência, sem pressa, e mastigar bem devagar, isso faz bem para seu corpo e sua mente, que vai encontrar no momento da refeição um momento de relaxamento e prazer.