O que as cores dos alimentos representam

Muitas pessoas acreditam que nas cores encontrarão soluções para o ano novo, muitos escolhem vestir o amarelo na virada, pois acreditam nessa cor para trazer dinheiro, por exemplo. As cores das roupas vai da superstição de cada um, mas é fato que as cores dos alimentos representam muitos benefícios que estão na lista de desejos de sua saúde em 2013.

Alimentos amarelos: Para quem precisa cuidar do sistema nervoso, deseja prevenir o câncer de mama e retardar o envelhecimento, é só depositar sua confiança em alimentos amarelos como manga, cenoura e banana, que são ricos em vitamina B-3 e ácido clorogênico. Então se você procura por prevenção em 2013, o amarelo é sua cor nos alimentos.

Alimentos verdes: Os alimentos de cor verde promovem a desintoxicação celular, inibição de radicais livres, tem efeito anticancerígeno, fortalecem o coração, cabelo e a pele, melhoram o sistema imunológico, além de serem importantes  para os ossos. Então o verde é para quem deseja fortalecimento em 2013. Inclua alface, manjericão e espinafre na alimentação neste ano novo.

Alimentos vermelhos: Estes alimentos contém licopeno e flavonoides, que funcionam como antioxidantes reduzindo o risco de doenças cardiovasculares, redução de colesterol e fortalecimento do sistema imunológico. Além de serem ricos em cálcio, fósforo, potássio e vitaminas A e C. Exemplos destes alimentos são tomate, pimenta, salmão, além de frutas como morango, framboesa e amora.  Então se você quer energia em 2013, aposte no vermelho.

Alimentos arroxeados: Os alimentos roxos que contêm ácido elágico retardam o envelhecimento e neutralizam as substâncias cancerígenas prevenindo diversos tipos de câncer. Um exemplo de alimento arroxeado é a berinjela. Proteção é o que estes alimentos proporcionam.

Com estas dicas a Massima Alimentação deseja a todos os leitores do blog um feliz e saudável 2013.

Especial de Natal: Salada ao molho de manga

Depois de uma ceia e festa na véspera de Natal, as comemorações continuam no dia 25, com a família reunida para almoçar.

Depois de passar a véspera cozinhando, você não precisa se preocupar em acordar cedo para preparar o almoço de família ou servir o mesmo prato da noite anterior.

Que tal aproveitar as sobras da ceia, e surpreender a família com um prato diferente ao mesmo tempo? Na salada colorida, aproveite o pernil ou o peru do Natal com um tempero a mais.

Você vai precisar de: 

  • 100 g de margarina (a mais recomendada seria a light)
  • 1 cebola cortada em cubos
  • 2 mangas maduras cortadas em cubos
  • 1 pitada de canela
  • 1 pitada de cravo
  • 1 cálice de vinho branco
  • sal a gosto

Mantenha a manteiga aquecida e doure a cebola em uma panela. Adicione a manga, o sal o cravo e a canela, e mexa bem. Junte o vinho, o açúcar e a pimenta. Cozinhe por 5 minutos. Numa travessa, enfeite com alface antes de depositar o pernil ou o peru fatiado antes de adicionar o molho. Com o molho pronto, é só servir, pode-se ainda adicionar outros ingredientes para a decoração do prato.

Especial de Natal: O que não pode faltar na ceia?

A preocupação com os gigantes da ceia de Natal é grande. Decidir o prato principal, temperar o pernil, preparar uma grande sobremesa. Assim é normal acabar esquecendo dos pequenos gigantes da ceia de Natal. Sim, aqueles pequenos alimentos que são fundamentais  a mesa, saudáveis e baratos podem incrementar mais do que você imagina a sua ceia.

Lentilha: É um alimento que traz também muitas superstições, muitas pessoas acreditam que se consumida em festas de Natal ou Ano Novo, a lentilha pode trazer esperança e até dinheiro. Mas a real magia da lentilha é que ela ótima se consumida o ano todo, pois é o membro mais poderoso da família dos legumes. Ajuda a reduzir o colesterol e devido sua grande quantidade de fibras impede que os níveis de açúcar aumentem muito após uma refeição. O que garante uma ceia tranquila.

Uva: Esta fruta não só enfeita a mesa no Natal, como também trás muitos presentes para quem as consome, ela vem cheia de vitamina B, vitamina C, ferro, potássio. Na casca da uva  rosada, a presença do resveratrol ajuda na diminuição do colesterol, de coágolos sanguíneos e ainda previne a trombose.

 

Nozes: As nozes são como um escudo que defende seu corpo, elas estimulam a formação de glóbulos vermelhos, curam ferimentos mais depressa e fortalecem ossos e dentes. Com toda esta força é normal querer incluir as nozes numa alimentação rotineira, não somente no Natal.

 

Amêndoa:  Para quem gosta de alimentos mais doces como aperitivos, pode apostar na amêndoa  ou até mesmo acrescenta-la nas receitas de sobremesa para a ceia. A amêndoa possui vitamina, ácido fólico e arginina, um aminoácido que relaxa os vasos e equilibra a pressão arterial.

 

Pêssego: Além de saboroso e facilmente usado em receitas de sobremesa, o pêssego ainda hidrata. 90% do peso da fruta é culpa da água, traz os benefícios do potássio, ferro, fósforo, magnésio, e cálcio e ainda é rico em fibras. Indispensável.

 

Ameixa: A ameixa é a campeã de fibras das frutas secas, além disso vem acompanhada de cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B que evitam problemas de pele e reumatismo. A ameixa é também indicada contra a prisão de ventro por seu poder laxativo.

 

Nectarina: Esta fruta cheia de antioxidantes protege as células do corpo contra os danos causados pelos radicais livres, contém vitaminas A, B3, C e potássio, que trazem benefícios para pele, o crescimento, e o desenvolvimento de ossos, cartilagens, dentes, gengivas. Ainda protege o organismo de infecções.

 

Com esses alimentos na mesa da ceia de Natal, você terá alimentação saudável garantida, mas não esqueça também de inclui-los na dieta do dia-a-dia.

Especial de Natal: mitos e verdades sobre o vinho

A uma semana do Natal,  o vinho já deve estar adicionado no cardápio da ceia de família. É uma bebida tradicional, citada na bíblia como nada menos que a representação do sangue de Jesus para aqueles que o seguiam. Nada melhor como celebrar o dia de seu nascimento com um bom vinho a mesa.

A maior verdade, é que o vinho faz sim muito bem a saúde se consumido com moderação, durante as refeições, e se não houver contraindicação a ingestão de bebidas alcoólicas. Os polifenóis (componentes naturais encontrados na casca e na semente da uva) presentes no vinho possuem grande ação antibiótica, efeito antioxidante e ajudam a prevenir a formação de placas de gordura nas artérias. E ainda reduzem o LDL (mau colesterol) e aumenta o HDL (bom colesterol).

Já que é um item indispensável, conheça mais verdades e alguns mitos sobre o vinho.

 

O vinho tinto é melhor que o vinho branco

Verdade. Os vinhos tintos são fermentados com a uva pura, portanto têm cerca de 10 vezes mais polifenóis que os vinhos brancos. É por isso que os tintos, como regra, têm mais virtudes para a saúde e reduzem com mais eficiência problemas cardiovasculares.

O vinho traz benefícios somente para o coração 

Mito. Estudos também apontam o vinho como possível combatente de doenças respiratórios, cerebrais, digestivas e urinárias. Também problemas nos ossos e na visão.

O suco de uva pode servir como substituto do vinho 

Mito. Somente por causa do álcool. Duas taças com a mesma quantidade das duas substâncias tem o mesmo índice de polifenóis, mas o álcool presente no vinho que ajuda o organismo a absorver corretamente os polifenóis necessários.

O vinho pode prevenir o câncer

Verdade. Mas somente prevenir, pessoas que tomam vinho regularmente contam com a proteção dos polifenóis retardando o início ou a disseminação da doença.

Lembrando que qualquer benefício que o vinho possa trazer, só será aproveitado se ele for consumido com moderação. Agora é só brindar com a família, comemorar o Natal e a saúde.

Receita rápida: cookies de banana

Você vai precisar de

  • 1 xícara de farinha de aveia
  • 1 xícara de aveia em flocos
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 2 colheres de açúcar refinado
  • 3 bananas amassadas.

Modo de Preparo

1 – Deixe o forno aquecido para receber a massa
2 – Misture todos os ingredientes até que a massa desgrude das mãos
3 – Faça bolinhas e achate para que tomem forma de cookies
4 – Numa forma untada com margarina coloque os cookies que você achatou
5  – Asse em fogo médio de 15 a 20 minutos

E pronto, logo você tem uma bandeja de diferentes cookies para experimentar.